quarta-feira, 19 de maio de 2010

Respostas aos sem Igreja


A Revista Igreja publicou uma matéria afirmando que grupos independentes de cristãos se multiplicam por todo país. Segundo estes é possível servir a Cristo e cultuá-lo longe das quatro paredes dos templos evangélicos. O Censo de 2000 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou para o fato de que quase 1,1 milhão de brasileiros que se declararam evangélicos não possuem vínculo institucional.

Lamentavelmente boa parte desse contingente que se declara desiludida com as instituições religiosas, resolveu formar um grupo de cristãos que realizam reuniões nos lares, sem vínculos com igrejas. Talvez o número de escandâlos financeiros e sexuais ocorrentes nas comunidades ditas cristãs, o surgimento e a multiplicação de heresias escabrosas, o coronelismo e a ditatura "ex-cátedra" dos apóstolos do século XXI, além do relativismo de um tempo pós-moderno, tenha contribuido para o aparecimento desta "nova classe" de evangélicos.

Em virtude disto, existe um grupo cada vez maior de cristãos que devido as frustrações eclesiásticas abandonaram a margem da existência o barco da koinonia. Alguns destes, movidos por uma espiritualidade capenga até fazem reuniões em casa, no entanto, já não vêem referências de cristianismo nas igrejas em geral.

Isto posto, gostaria de contra-argumentar aos que pensam que podem desenvolver uma fé longe da Igreja, afirmando que a Igreja de Cristo é uma instituição de origem divina. Ela não foi criada por homens inescupulosos, ou por religiosos despósticos cujo interesse fundamental era a satisfação pessoal. Muito pelo contrário, a Igreja foi criada por Cristo e para Cristo, o que nos leva entender que ela possui papel primordial na propagação dos valores do Reino. (Mt 16.15-19). Além disso, a igreja é a "communion Sanctos" , lugar de comunhão e relacionamento com Deus e com os homens cuja característica principal é o amor.

Junta-se a isso o fato de que a igreja é também um local de compromisso com Deus e com os eleitos de Deus, o que faz dela uma estrutura imprescindível ao crescimento cristão onde a Palavra é pregada como também os Sacramentos são ministrados.

Caro leitor, alguém já disse que Igreja é como a Arca de Noé, lá dentro o cheiro pode até ser insuportável, no entanto, é bem melhor estar dentro dela do que fora.

Sem a menor sombra de dúvidas a igreja é imperfeita e continuará assim até a volta de Cristo. Como bem disse o teólogo reformado Augustus Nicodemus, "a teologia Reformada não deixa dúvidas quanto ao estado de imperfeição, corrupção, falibilidade e miséria em que a igreja militante se encontra no presente. Ao mesmo tempo, ensina que não podemos ser cristãos sem ela. Que apesar de tudo, precisamos uns dos outros, precisamos da pregação da Palavra, da disciplina e dos sacramentos, da comunhão de irmãos e dos cultos regulares."

Pense nisso!

Fonte: Renato Vargens

11 comentários:

  1. A própria Palavra de Deus nos diz Congregai-vos, em Hebreus 10.25 nos diz: Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, em Salmos 122.1 Alegrei-me, quando me disseram: Vamos a casa do Senhor. Mas como também nos diz que teriamos que conviver com o joio..., mas o que me alegra é que um di estaremos junto com o Senhor em glória. Aleluia

    Belíssima postagem

    Abraços!!! Fica na Paz que só Ele pode nos dar.

    Deus lhe abençoe!!

    ResponderExcluir
  2. Olá... Parabéns pelo site/blog que Deus te abençõe muito...
    Visite o meu blog http://diaconosergiohschristino.blogspot.com
    A paz e não deixe de comentar no meu blog...
    Podemos trocar artigos e ideias se vc quiser!!!
    Deus lhe abençõe!!!
    A paz !!!
    Diacono Sergio Christino

    ResponderExcluir
  3. Gostei deveras do que escreveu. Sou convertido a cinco anos, e estou um ano sem congregação, mas não foi opção e sim dificuldades, por causa dos horários dos cultos.
    Hoje estou visitando uma pequena igreja Batista próximo de casa, e concordo que não devemos deixar a congregação.
    Mas esse post teria que ser comparado com o contraponto, a desilusão quanto aos maus pastores e os crentes "puros", pois se julgam acima de qualquer coisa.
    Mas independente de qualquer coisa, eu sinto muita falta de ouvir a Palavra, e quando não vou a culto minha vida não parece a mesma.
    Agradeço a Deus por vidas como a sua, e continue abrilhantando esse caminho tortuoso que nos encontramos.

    Graça e Paz!

    ResponderExcluir
  4. Shalom!
    Estou completamente de acordo com o que escreviste. Na verdade, em muitas situaçoes, creio que Deus permite passarmos por algumas situaçoes na congregaçao para nosso crescimento espiritual, bem como, para moldar nossa vida. Também para a nossa experiencia, mas de nenhuma maneira isto é motivo para abandonarmos a congregação. Um abraço.
    //cantorarosanesilva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. A Igreja é formada por homens e mulheres imperfeitos. Isso não vai mudar. O importante é que cada um, como parte do corpo de Cristo, faça a sua parte, pregando com a própria vida o que nosso Senhor ensinou.

    ResponderExcluir
  6. Wendel Bernardes28 de maio de 2010 00:35

    Deixar de estar congregado não é deixar de congregar!
    Quando a palavra afirma que ao estar dois ou mais alí estaria Jesus, declara também que a Igreja é Igreja onde quer que esteja.

    Não sou adepto do "movimento sem igreja" muito pelo contário, sou menbro de uma igreja regular que se reúne num templo, com cultos periódicos, ebd, tudo mais... como as mais tradicionais que cercam o mundo. Mas nem por isso posso deixar de lado que a essência da Igreja não é a reunião num templo, mas a reunião em sí.

    Quando a Igreja esta evangelizando na praça não é Igreja? Quando estamos em nossos retiros espirituais não somos Igreja? E em casa, no convívio com a família, que é o seio da Igreja, temos sido a Igreja que Jesus morreu pra sermos?

    Não posso concordar com muita bobagem que ouço hoje em dia, mas dizer que só por não estar reunidos num templo congregacional por maior ou menor que seja, não é ser Igreja já é por demais exagerado!

    Sem dúvida a Igreja não é uma instituição humana, mas algo divino e como tal deve ser dirigida por Jesus, num templo, numa casa, numa caverna como os crentes primitivos... mas a igreja nunca deixará de ser a Igreja se Jesus dirigi-la, independente de seu "local de reuniões"

    Quero frizar que esta é uma opinião de quem crê e segue a Jesus onde quer que Ele estiver. Mas de forma alguma minha intenção com este 'comment' é agredir ou mesmo ferir a ninguém pois tradicionais, ou contemporâneos somos membros do mesmo Corpo; a Igreja.

    A paz a todos!!!

    ResponderExcluir
  7. Não creio que Jesus levasse essa mudança de comportamento tão a sério. Em sua época a informação era escassa e as pessoas menos instruídas e era conveniente que as pessoas se reunissem em templos para ali ouvirem a palavra de Deus de seus estudiosos, ou seja, sacerdotes. Contudo hoje tudo está mais fácil e acessível, e o que importa quando se reúnem, é o assunto discutido, pois Jesus afirmou: "Pois onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estarei aí no meio deles" Mt, 18:20 Creio que a intenção das pessoas que importa. Bom, essa é a minha respeitosa opinião.

    ResponderExcluir
  8. No fim só a verdadeira religião restara, e aquelas que só estavam interessadas em enganar os fiéis e desviá-los do caminho morrerão.

    Acordar enquanto é tempo, pois pode ser tarde demas se vc dexar para o amanhã.

    ResponderExcluir
  9. A dificuldade em entender IGREJA, está em buscar reconhecê-la como um local e não com sendo a noiva de Cristo, ou seja, todos os cristãos em comunhão.

    ResponderExcluir
  10. Caro irmão.Tenho combatido com veemência este tipo de movimento. Isto pelo fato de que, dizendo está escandalizado com as denominações, alguns adeptos deste movimento tem tentado anular, extinguir a igreja local.Em meu blog fiz uma contestação pormenorizada de um texto que circulou na Net, usando o NT para ensinar que não existe mais a igreja local. Unamos as forças a fim de contestar tão lamentável equívoco.

    ResponderExcluir
  11. Existe um misticismo, talvez herdado da ICAR, de idolatrar as coisas materiais, entre as quais estão os templos. Muitos idolatram o púlpito, as cadeiras, o palco, a bíblia etc. Quanta idolatria a "pastores", profetas, músicos etc. Quando o pastor faz aniversário, é aquela festa! O irmãozinho humilde e pobre “nunca faz aniversário”. Quanto ao necessitado, não há a preocupação de sua erradicação! Será que é essa "igreja" que "não devemos deixar de congregar"?
    O termo “igreja” foi corroído durante os séculos que se passaram. No inicio, era somente a congregação ou ajuntamento das pessoas que aceitavam a Cristo, nada mais. Sem custos organizacionais e diversificações administrativas, a Igreja crescia em amor e graça. Hoje, quando nos referimos à “Igreja”, há a “com-fusão” moderna com as instituições religiosas. As organizações religiosas e seus modelos de clero e leigo, não são bíblicas! O monólogo do sermão não é bíblico! O seu alto custo administrativo não é bíblico! O destino que dão ao dinheiro não é bíblico! Os dons espirituais, concedidos por Jesus, foram trocados por títulos profissionais religiosos. E finalmente o chefe ou cabeça não é Cristo, apesar de pregarem o contrário!
    Onde está a “Casa, morada ou habitação de Deus”?
    O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do
    céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens; Atos 17:24
    Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa
    espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis
    a Deus por Jesus Cristo. 1 Pedro 2:5
    Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de
    Deus habita em vós? 1Coríntios 3:16
    Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito
    Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? 1 Coríntios 6:19
    E, se o Espírito daquele que dentre os mortos ressuscitou a
    Jesus habita em vós, aquele que dentre os mortos ressuscitou a Cristo também
    vivificará os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita. Romanos 8:11
    David

    ResponderExcluir

Você tem o direito de se expressar, mas se houver agressão, o comentário será deletado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...